Eu sou controlado pela Publicidade?

Sim. E um dia os publicitários vão dominar o mundo e acabar com todas as pessoas, começando pelos Clientes. A fome na África, os terremotos do Haiti e do Chile, as nevascas da China, as tempestades em Bangladesh… todas as mazelas do mundo… é tudo culpa dos Publicitários… MUAHUAHUAHUAHUA (risada maléfica).

A história dos estudos em Comunicação se divide em dizer A) que as pessoas são completamente controladas pela mídia, B) que os meios de comunicação não fazem nenhum efeito sobre o público e C) que as pessoas são mais ou menos influenciadas pelos meios. Esse mais ou menos aí é bem amplo e abrange váááários pontos de vista diferentes, mas resumindo, todos eles querem dizer mais ou menos, ou seja, que depende.

A explicação que eu mais gosto é a de que a Publicidade canaliza desejos, e, dessa maneira, pode influenciar o consumidor na decisão final de compra. De maneira alguma vou diminuir o poder da Publicidade. Ela influencia sim, faz diferença, cria jargões, costumes, emociona. Mas calma, não é o fim do mundo, você ainda tem seu livre-arbítrio.

A verdade é que a Publicidade não pode fazer você comprar algo do qual você não precisa. Essa foi a ideia usada pela agência Follon Worldwide, em 1986, quando fez esse anúncio para a Associação Americana de Agências de Publicidade (AAAA). O texto diz: “Ao contrário do que algumas pessoas pensam, a Publicidade não pode fazer você comprar algo do qual você não precisa”. Mas tanto faz né, porque ninguém acredita que é realmente influenciado pela mídia… só as outras pessoas é quem são…

Publicado por Lu

About these ads

Sobre Luiza Rey

Publicitária, rio-pretense, não come coisas verdes, tem medo de ETs e insetos. Artista frustrada (como todo publicitário), seu sonho era ser cantora. Seu segundo sonho era ser escritora, por isso escreve para este blog e tuíta no @luizarey.

Publicado em 19/03/2010, em Polêmica, Publicidade e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Adorooooo essa temática, Lu!
    Adoro adoro adoro.
    Eu acho engraçado ver como a publicidade é vista como uma vilã. Pq, afinal de contas, ninguém é forçado a fazer nada. Aqueles anúncios que o ti postou semana passada são bem categóricos em relação a isso! A publicidade é, na verdade, essencial para informar o consumidor os benefícios de adquirir um produto em detrimento de outro. Só. #adoro
    ótimo post!

    • brigada, Gabii!!
      Então, tudo vai ser culpa nossa um dia! uhauahuahauhauahauahuahaua
      Eu acho o seguinte… a publicidade só fala aquilo que as pessoas querem ouvir… então, se não se fala em questões sociais, por exemplo, é um sinal de que as pessoas não querem falar nisso agora… acho foda colocar a culpa da sociedade na Publicidade… a culpa é das pessoas, pô! uhauahauhauaha

      • ahahahaha falamos sobre o que há na agenda, já diziam as aulas de teoria da comunicação. ahuauahuahuahuhauhahuahuauhahuahuauhahua

    • e é tipo aquela propaganda que o Ti postou da Abap.. a dos carros.. a publicidade estimula a concorrência, e isso faz melhorar a qualidade dos produtos! que MARA né? hahahahahaha

  2. Excelente anúncio, ótimo post Lú :]

  3. mas a pp dá uma forçadinha hahaha tipo “lembra como vc fica feliz qnd come chocolate? então, vai lá comprar!”

  1. Pingback: Politeísmo das marcas « Biscoitos Sortidos

  2. Pingback: Você quer fazer Publicidade? « Biscoitos Sortidos

  3. Pingback: Publicidade não é de Deus. É de aliens. « Biscoitos Sortidos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.403 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: