Poker, esporte da mente

Quando se fala em poker, no Brasil, tradicionalmente o que se pensa é a modalidade “five-card-draw”, o poker fechado, que o jogador recebe cinco cartas e blablabla. Aquele mesmo que supostamente leva as pessoas à ruína e as fazem apostar a casa, a esposa e os filhos. Nunca ouvi falar de nada parecido, mas a lenda é essa.

Porém, nos últimos anos, essa impressão está mudando. Drasticamente, eu diria. Fundada em janeiro de 2009, a Confederação Brasileira de Texas Hold’em (a modalidade mais praticada atualmente, no país e no mundo) vem realizando um trabalho concreto na profissionalização do esporte no país. E é exatamente essa denominação que o poker recebe: esporte. Em abril de 2010 a IMSA (International Mind Sports Association) reconheceu o poker como “esporte da mente”, mesmo estatuto do xadrez, por exemplo. Dessa forma, ele será disputado nas Olímpiadas de esportes da mente, realizadas na mesma cidade sede da Olímpiada tradicional e tudo mais.

A grande questão envolve a legalidade do poker no país. Como todo mundo sabe, jogos de azar são proibidos constitucionalmente no Brasil. Você não vê cassinos ao lado dos shoppings em Curitiba. A resposta é que, comprovado por estudos e laudos técnico-jurídicos, o poker não é um “jogo de azar”.

A Revista Flop desse bimestre traz em sua reportagem de capa um detalhado relato sobre o avanço e análise do jogo de poker no Brasil. Com base em inúmeros estudos nacionais e internacionais, acompanhados da opinião de juristas do país – como o ex-ministro da Justiça, Miguel Reale Junior, torna-se evidente que o poker, em todas as suas modalidades, é um esporte que tem como habilidade seu principal fator de sucesso. A habilidade no poker se estende por leitura dos oponentes, cálculos matemáticos, capacidade de blefar e realizar decisões corretas sob pressão, entre outros aspectos sublinhados na reportagem.

A Revista Flop disponibiliza toda a edição na Internet: clique aqui para acessá-la.

O Full Tilt Team reúne muitos dos melhores jogadores de poker do mundo. Ah, eu também jogo por lá hehe.

Sou um grande fã do esporte e torço para que o preconceito em relação a ele no país seja dissolvido pela informação e pelo reconhecimento. “Eu vou All in“.

Links relacionados:

Full Tilt Poker.net (acesse, inscreva-se e jogue – você vai gostar)

CardPlayerBrasil

SuperPoker

About these ads

7 comentários sobre “Poker, esporte da mente

  1. “I wanna hold’em like they do in Texas plays….” uhauahuahau
    tiiinha que cantar!

    eu tenho uma dúvida… o poker não é um jogo de azar desde que não se aposte dinheiro, né????????? O.O

    já tentei jogar algumas vezes, mas eu não consigo lembrar as regras! uhuahauahau

    muito bom o post!

    1. Resposta: não. O poker não é um jogo de azar. Ponto. Final. hehehe

      Até porque, Lu, ninguém joga poker sem valer dinheiro. Ou joga? hehe

      A questão principal é a seguinte: o fator “sorte” existe sim no poker. Assim como existe no futebol, por exemplo. Ou o “morrinho” que faz a bola quicar mais alto e entrar no gol não é sorte? Assim como existe no tênis: a bolinha bater na fita da rede e cair direto e levemente na quadra do adversário não é sorte?

      O que eu quero dizer é que basicamente todos os esportes contam com o fator “sorte”. Mas, em todos eles, INCLUSIVE O POKER, o fator “habilidade” é muito mais importante, define resultados e tudo mais.

      É só ver a foto ali, no post: Chris Fergunson, Howard Lederer, Phil Ivey e Jennifer Harman são profissionais do poker e dos melhores do mundo, além de compor o pro team de um dos maiores sites de poker da web. Tenho certeza absoluta que eles não são meramente “sortudos”. hehe

      Se o pessoal se interessar posso postar outro dia sobre regras, modalidades e tudo mais… curto muito! hehe

      Beijos! :)

      1. tá, entendi! uahauhauhauhahuauahauhau (eu já joguei poker sem valer nada, pra tentar aprender!) auhauhauhauahau
        posta siiiiiiiiim! posta tudo o q vc tiver na cabeça, sobota! uhauahauhaua estamos precisando de pauta! hahaha

        olha, só faltou mesmo a foto da lady gaga! auhauhauahau
        http://bit.ly/b1zpGN

  2. O Deputado Rubens Bueno, do PPS-PR, (Twitter: @RubensBuenoPPS) entrou neste dia 17 de agosto com uma Emenda para o projeto. Assim, uma nova excessão aparece no Art. 1º do PL, excluindo jogos onde a habilidade é o fator preponderante para o resultado final, nisso cita-se o xadrez, gamão e também o poker. Confira na íntegra:

    “Art. 1º – Fica vedada a exploração de quaisquer modalidades de jogos de azar por meio de transmissão de dados, inclusive pela rede mundial de computadores, dentro do território nacional, inclusive no mar territorial brasileiro e no espaço aéreo nacional.

    Parágrafo único. Excetuam-se da proibição estabelecida no caput:

    I – As loterias federais exploradas pela União e as estaduais devidamente autorizadas por Lei;

    II – Os jogos de habilidade, tais como xadrez, gamão e pôquer na modalidade torneio.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s