Arquivo da categoria: TV

Atenção: a partir de hoje, seus canais NET mudam de número

A NET está lançando hoje, em São Paulo, uma nova organização da numeração dos canais da NET Serviços (www.netcombo.com.br). Agora, os canais serão agrupados por tema de programação: infantis, séries, filmes e outros. Ou seja, se você já tinha decorado o número de todos os seus canais favoritos, esqueça. Vamos precisar colar uma listinha no controle remoto.

Mas, por incrível que pareça, essa decisão vem de uma pesquisa realizada pela própria empresa. Aparentemente, eles constataram que  os clientes (nós) gostariam de ter a programação organizada por temas. A expectativa é que a mudança seja implementada em todas as cidades onde a empresa atua no primeiro semestre de 2014. Você pode conferir a nova numeração de canais de sua cidade no site www.net.com.br/juntinho. Mas é mais ou menos assim ó:

NET   Juntinhos

A mudança será feita nas tecnologias Digital, HD e HD Max e permitirá que os canais tenham a mesma sequência nas duas versões. A posição do canal HD é obtida acrescentando-se 500 à posição original do canal em SD. Por exemplo, um canal que estiver na posição 81 em SD estará na 581 em HD. Já o que estiver na posição 132 em SD estará na 632 em HD.

A alteração envolve apenas a numeração dos canais, sem qualquer mudança no plano contratado, na quantidade de canais disponíveis ou nos valores das mensalidades.

Depois da alteração da numeração dos canais, o cliente precisará reconfigurar suas opções personalizadas: canais favoritos, bloqueios de canal e agendamentos de gravação (para clientes NET HD Max – serviço com gravador digital) e tudo feito pelo controle remoto. Para refazer o agendamento das gravações: acesse Menu > Gravador Digital > Agenda de Gravação. Para reconfigurar o bloqueio de canais com senha ou canais favoritos e lembretes, acesse pelo controle remoto: Menu > Configurações > Preferências.

Fonte: Assessoria de imprensa NET Serviços

TOP 3 de pegadinhas de outro mundo

Estava eu assistindo a mais um espetacular episódio de Modern Family esses dias quando ri mais que o Mitchell depois que o Cameron passou por alguns, digamos, maus bocados.

E eu me identifiquei. Os Scalia são os novos Pritchett.

Resumindo: tem gente que gosta de um mal feito. Confesso que quando isso não envolve ninguém se machucando, uma coisa mais forte que eu toma conta do meu ser e quanto mais próxima a pessoa, menor meu autocontrole.

A verdade é que minha idade mental deve ser bem baixa, porque , coincidentemente, acabei vendo algumas pegadinhas do gênio Silvio Santos e ri. Muito.

Como sei que a internet também tem muitas outras pessoas de idade mental duvidosa, como eu, resolvi fazer um top 3 de algumas pegadinhas sobrenaturais (e sensacionais).

1. Menina do Elevador

Essa menina do inferno ainda precisava gritar?

2. Exorcista

Vamos tomar o remedinho???” Paia :(

3. Foto do Falecido

“Arruma essa boina, Fernando!”

E em homenagem ao Cam, a pegadinha da porta invisível.

É muita risada maldade prum post só.

As novelas da Glória Perez

Eu nunca fui muito fã da VEJA (embora goste bastante do conteúdo não-relacionado a política), mas hoje eu mudei de idiea. Jamais, repito, jamais irei reclamar dessa incrível revista, visto que seu site me deu um presente essa semana, o “Monte ‘sua’ novela da Glória Perez“.

Mas antes que apresentemos esse infográfico (? é assim que eles chamam), precisamos destacar neste post duas paixões de Glorinha: culturas exóticas (exceção pros EUA) e suas danças (exóticas). Mentira… 3 paixões. Faltou falar daquele bordão grudento que vai ficar na ponta da língua do brasileiro por longos e arrastados meses.

Como recordar é viver, dê uma olhada em alguns sucessos dessa rio-branquense (sim, do Acre!) de 64 anos.

Explode Coração (Stop, Salgadinho!)

Leia o resto deste post

Por que você tem que ver o último capítulo de AVENIDA BRASIL

Avenida Brasil chegou ao fim. Uma parte de mim se entristece (principalmente pelas propagandas chatíssimas de #DormeJorge com a “Nada Consta” – valeu twitter, haha) e a outra fica feliz ao pensar que poderei voltar à vida a partir da semana que vem.

E diante de tanto alvoroço a respeito do fim de um dos maiores sucessos da teledramaturgia brasileira, eu, noveleira que sou, resolvi listar alguns dos motivos que explicam um pouco tão bons resultados.

Você vê isso e já solta um “Oi, Oi, Oi”

Leia o resto deste post

Por que você tem que ver o último capítulo de AVENIDA BRASIL, pt 2

Esse post deveria ser “uma parte” do post aí de cima. Lá estão listados 10 motivos (sérios) que explicam o sucesso da novela Avenida Brasil e a seguir estão 5 motivos ~cretinos~ desse sucesso.

Leia o resto deste post

Um falso detector de mentiras e uma garotinha de 5 anos

Talvez você tenha se cagado de rir vendo três crianças-meninos enfrentar o falso detector de mentiras de Jimmy Kimmel. Seriam as crianças-meninas menos mentirosas?

Faça sua aposta e aperte o play.

Posts relacionados:
Um falso detector de mentiras e três crianças

Um falso detector de mentiras e três crianças

Jimmy Kimmel utiliza um falso detector de mentiras para entrevistar seres inocentes conhecidos como crianças. Não veja se você não quiser rir nesta sexta-feira.

Leia o resto deste post

Esqueletos de desenhos animados

Desenho animado tem certa licença poética, né gente? É gente amarela de 4 dedos, pessoas cabeçudinhas, corpos desproporcionais, enfim… cartunista tem liberdade pra fazer basicamente o que tiver vontade.

Isso não impede, no entanto, descobrirmos como é que esses personagens param de pé. Porque, afinal, por mais estranhos que eles sejam, eles têm esqueletos. (Ok, teoricamente.)

Por exemplo, tomemos a Hello Kitty como objeto de análise. Essa seria ela, completa:

Hello Kitty

E esse seria seu interior.

Raio X da Hello Kitty

Leia o resto deste post

Top 10: jogos de improvisação do “Whose Line”

Se você nunca assistiu a um episódio reprisado de “Whose Line is it Anyway?” no Sony, não teve infância. Okay, eu era a única que acordava às 8h30 de domingo para ver. Mas valeu muito a pena. O programa, que começou na BBC e migrou para a ABC dos EUA, onde ficou por oito anos, é a maior referência da comédia de improviso, algo tão sério e organizado (apesar de não tão popular) quanto o stand-up por lá. No Brasil, o Barbixas reproduz o gênero.

O programa funcionava assim: Drew Carey, o apresentador, ficava sentado numa mesa separada explicando os jogos de improvisação e dando orientações. Os atores (Colin Mochrie, Ryan Stiles, Wayne Brady e um convidado) inventam diversas cenas e contam com a ajuda do público, misturando referências culturais, imitações, pastelão e sátiras com gêneros de TV e cinema.

Bom, vou parar de blablablar e fazer o top 10 dos meus jogos preferidos do “Whose Line”. A princípio, você achará que é tudo combinado. Mas, depois de pesquisar um pouco sobre a história dos atores e ver algumas de suas apresentações ao vivo, você descobre que eles só são muito bons nisso mesmo.

1. Scenes From a Hat
Quem joga: todos
Como é: Drew tira sugestões aleatórias de cenas de um chapéu e os atores têm que inventá-las rapidamente em várias versões. Por exemplo, “se artistas trabalhassem em funerais”. Um dos melhores episódios do programa teve o MITO Robin Williams. Vejam o que ele aprontou:
Leia o resto deste post

Está faltando criatividade em “Glee”

Eu sou uma dessas pessoas que assistem Glee. A história pode não ser um atrativo para a maioria das pessoas, mas já ouvi muita gente admitindo que o elenco da série manda muito bem nos vocais. Eu, particularmente, gosto da história e das músicas (às vezes de um mais que do outro…), mas confesso que, ultimamente, meu julgamento a respeito das performances musicais tem sido de decepção. Falta de criatividade, talvez?

Porque, veja bem… qual foi a última vez que vimos, em Glee, uma performance diferente da música original? No 20º episódio da 2ª temporada (S02E20 – Prom Queen), por exemplo, dá pra ver que os produtores estão aderindo à lei do menor esforço. A versão de Jar of Hearts, interpretada por Lea Michele não tem absolutamente nada de diferente da canção original, de Christina Perri - e me atrevo a dizer que prefiro esta última. Nem a interpretação de Friday, modinha da web de Rebecca Black, surpreende.

Das últimas duas vezes em que eu me surpreendi, fui enganada.

Episódio 20, 1ª temporada (S01E20 – Theatricality): Lea Michele e a convidada Idina Menzel cantam uma versão completamente diferente de Poker Face (Lady Gaga). Diferente, mas copiada da própria Gaga.

Episódio 20, 2ª temporada (S02E20 – Prom Queen): Lea Michele e o convidado Jonathan Groff cantam uma versão um tanto quanto “broadway” de Rolling in the Deep (Adele). Mas, de novo, não é original. John Legend já havia cantado a mesma versão a cappella.

Bem, e agora, os produtores de Glee já estão com um reality show a lá American Idol - The Glee Project – para escolher o novo integrante dos losers de McKinley High. E em alguns momentos, os participantes tem de se virar sozinhos e surpreender os produtores para não serem os escolhidos a sair. E alguns desses participantes tem surpreendido muito mais do que o verdadeiro Glee. Abaixo, deixo com vocês 3 performances que eu posso chamar de criativas.

Post relacionado:
Porque amamos Glee
A Era do(s) Loser(s) 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.403 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: