Arquivos do Blog

Para o 50º aniversário, Carrefour vende com o preço de 50 anos atrás

O primeiro supermercado de Roma, hoje conhecido mundialmente como Carrefour, queria comemorar seu 50º aniversário. Mas, como a marca conseguiria celebrar a data e ainda gerar ativação no meio da crise européia? A solução foi vender produtos com o preço de 50 anos atrás, utilizando inclusive a moeda italiana da época.

Anistia Internacional: 50 anos

A Anistia Internacional se autodefine como:  “um movimento global integrado por pessoas, em sua maioria colaborando de forma voluntária, que trabalham para que os direitos humanos sejam respeitados em todo o mundo.

São 50 anos de Anistia Internacional, e para “comemorar” isso foi lançado um pequeno vídeo de animação muito legal. A trilha sonora é literalmente de Hollywood: Hans Zimmer (meu queridinho). A direção é do argentino Carlos Lascano.

Vale também conferir o making of:

A AI costuma ter outras campanhas bem legais, mas isso é assunto pra outro post! Até :)

Urbana Legio Omnia Vincit (Legião Urbana a tudo vence)

“E o que dizem é que foi tudo
Por causa de um coração partido” –
Dezesseis

“Quem um dia irá dizer
Que existe razão
Nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer
Que não existe razão?” –
Eduardo e Mônica

“Antes eu sonhava, agora já não durmo
Quando foi que competimos pela primeira vez?
O que ninguém percebe é o que todo mundo sabe
Não entendo terrorismo, falávamos de amizade.” -
Sereníssima

“Feche a porta do seu quarto
Porque se toca o telefone
Pode ser alguém
Com quem você quer falar
Por horas e horas e horas…”
– Eu Sei

“Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola”
– Geração Coca-Cola

“Dissestes que se tua voz
Tivesse força igual
À imensa dor que sentes
Teu grito acordaria
Não só a tua casa
Mas a vizinhança inteira…”
– Há Tempos

“E a voz tão doce que me falava
O mundo pertence a nós
– Hoje à Noite não tem Luar

“Quem me dera
Ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos
E vimos um mundo doente.”
– Índios

“Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo
O tempo todo” –
Vento no Litoral

“Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo” –
Tempo Perdido

“Strani amori che vanno e vengono
Nei pensieri che lì nascondono
Storie vere che ci appartengono
Ma si lasciano come noi” –
Strani Amori

“Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?
Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?” –
Será

“Mas o Brasil vai ficar rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos índios num leilão
Que país é esse?” –
Que País é Este

“E João não conseguiu o que queria
Quando veio pra Brasília, com o diabo ter
Ele queria era falar pro presidente
Pra ajudar toda essa gente que só faz…
Sofrer…” – Faroeste Caboclo

“Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém.
(…)

Já não me preocupo
Se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo
O mesmo que você…” –
Quase sem Querer

“É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Por que se você parar
Prá pensar
Na verdade não há” –
Pais e Filhos

“Quando o sol bater
Na janela do teu quarto,
Lembra e vê
Que o caminho é um só” –
Quando o Sol Bater na Janela do teu Quarto

“Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez eu sei
Escuridão já vi pior de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem.” –
Mais uma Vez

“Mas nada vai
Conseguir mudar o que ficou
Quando penso em alguém
Só penso em você
E aí então estamos bem…” –
Por Enquanto

Menção honrosa:
(Festa estranha, com gente esquisita… Eu não tô legal, não agüento mais birita)

Eu pensei muito em como poderia postar algo falando sobre o Renato Russo. E acredite, fique feliz porque eu não levei a cabo a maioria dessas maneiras. Legião Urbana foi uma parte importante da minha vida musical, até porque extravasei grande parte da minha rebeldia adolescente cantando alto.

Então pensei: acho que antes de qualquer coisa, o Renato era um poeta. Escrevia letras que significam algo e não um monte de baboseiras. Acho que muito da letra era o que conquistava. Por isso resolvi fazer uma homenagenzinha ao Renato Russo, que hoje completaria 50 anos se estivesse vivo, com um pouco de suas letras. Um pouco do que mais gosto nas suas letras.

(Ainda acho que nasci na época errada. Ainda acho que pi-ra-ria em um show do Legião Urbana.)

Publicado por: Lê Scalia

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.403 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: