Arquivos do Blog

Hamsters também correm atrás do amor

Quem disse que hamsters não se apaixonam? Para começar bem um dia pós-feriado, veja nesta animação 3D de Jacob Frey o que um hamster pode fazer quando o tal cupido bagunça sua vida de roedor.

Hamster com cara de idiota Leia o resto deste post

35 filmes em 2 minutos

Nesta animação, existem referências a 35 grandes filmes da história do Cinema. Se você for um cinéfilo, tente encontrá-las!

35mm from Pascal Monaco on Vimeo.

Concept / Layout: Sarah Biermann, Torsten Strer, Felix Meyer, Pascal Monaco
Animation: Felix Meyer, Pascal Monaco
Sound: Torsten Strer

Pra terminar o dia: Um cafezinho e um donut, por favor!

E uma animação de pouco mais de 1 minutinho. Leve e engraçadinha.

Café Serré from Denis Bouyer on Vimeo.

By : Vincent E Sousa, Bertrand Avril, Yann de Préval and Denis Bouyer.
Production Time : 4 Weeks.
Software : 3dsMax, Photoshop, After Effects.

O que é e o que faz o Designer Gráfico

Explicando a profissão do Designer Gráfico. Video produzido pela Pyx Motion Design, trabalho em parceria com Bruno Malaco e Flávio Ribeiro. Narração de Sérgio Moreno. Muito legal!

O que é e o que Faz o Designer Gráfico from Matheus Moura on Vimeo.

Para terminar o dia: na piscina de bolinha

A piscina de bolinha é meio que um mundo misterioso. Você nunca sabe o que vai encontrar entre um mergulho e outro. Né?

Para terminar o dia: Mutação neo-mórfica

Mutações, etapas da transformação características de todas as espécies que existem no planeta Terra, são chamada “neo-mórficas” quando resultam em um ganho de função. Pelo menos é o que defende o estúdio Animatorio, criador do vídeo Neomorphus. Com uma série de recursos de produção, eles tentam simbolizar as mudanças ocorridas nas espécies, criando um grande ecossistema imaginário cheio de criaturas vindas, só pode, de sonhos muito obscuros. Mas, é fato que o que eles representam é um ciclo absolutamente fantástico.

Para terminar o dia: Baliza complicada

Gente. Vamos comentar aqui cá entre nós: baliza é uma coisa que não deveria existir, não é não? Eu acho.

Um dia eu estava procurando uma vaga para estacionar o meu uninho. Dei umas voltas e achei uma puta vaga. Era grande mesmo. Cabinha uns dois uninhos ali, de fé. Mas aconteceu que eu entrei errado na vaga. Aí saí. Tentei de novo, e entrei errado de novo. Não pense você que eu sou uma má motorista. Aquele simplesmente não era um bom dia para mim, no volante. Eu tentei de novo só por orgulho. Não consegui de novo. Aí o farol atrás de mim abriu e eu achei chato atrapalhar o trânsito, então desisti da vaga. Sorte a minha que na primeira rua que eu entrei tinha uma outra vaga. A primeira da rua, não precisava de baliza. Estacionei, juntei as minhas tralhas e sai andando. Passei bem em frente a vaga traiçoeira, pensei “cara, que vaga enorme, tomara que ninguém tenha visto isso” e dei uma risadinha morota. E nesse exato momento, o mendigo que estava sentado do outro lado da rua gargalhou alto, gritando para mim: “oooooorra, hein, moça. Não conseguir parar numa vaga dessas é brincadeira!”

Eu ri também, afinal ele estava certo. Mas tudo o que eu queria era que um pernil caísse na minha cabeça.

Pode uma coisa dessas!? Pode. Comigo no volante, pode. Mas não pense você que eu sou uma má motorista. Porque eu não sou. :)

Para terminar o dia: Dois mágicos e um mafioso

Histórias de amor, pelo menos para eu que sou menina, são interessantes por si só. Eu que já assisti a algumas comédias românticas – sim, eu amo. Elas me fazer ter fé no mundo e acreditar que o meu príncipe lindo vai aparecer um dia desses – posso dizer que elas ficam mais interessantes quando tem um drama por trás. Um triângulo amoroso, por exemplo. Agora pense você um triângulo amoroso entre um mágico de rua, uma ilusionista profissional e, hum, um cara da máfia. Parece bom, hein? Será que a invencibilidade da máfia vai persistir aos poderes de dois mágicos apaixonados? Se você vê comédias românticas, já sabe essa resposta. Mas vale ver para dar umas suspiradas. Até porque, você deve saber também: o caminho até o final feliz nunca é o mais fácil.

Filme de Toniko Pantoja.

Música de Philip Wareborn.

E Design de som de Glenn Harfagre.

Hamburger assassino

É como estão dizendo por aí… Você pode até curtir a ideia de comer o seu almoço em um lugar calmo e agradável. Mas e se ele não?

Para colorir

Eu super adorava aquelas páginas de revistinhas em preto e branco “para colorir”, mas confesso que os minhas artes nunca chegaram nem perto de ficar assim. :(

Só quando tinha um panda, aí ficavam IGUALZINHOS. AHAHAHAHAH

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.403 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: