Arquivos do Blog

Top 10: jogos de improvisação do “Whose Line”

Se você nunca assistiu a um episódio reprisado de “Whose Line is it Anyway?” no Sony, não teve infância. Okay, eu era a única que acordava às 8h30 de domingo para ver. Mas valeu muito a pena. O programa, que começou na BBC e migrou para a ABC dos EUA, onde ficou por oito anos, é a maior referência da comédia de improviso, algo tão sério e organizado (apesar de não tão popular) quanto o stand-up por lá. No Brasil, o Barbixas reproduz o gênero.

O programa funcionava assim: Drew Carey, o apresentador, ficava sentado numa mesa separada explicando os jogos de improvisação e dando orientações. Os atores (Colin Mochrie, Ryan Stiles, Wayne Brady e um convidado) inventam diversas cenas e contam com a ajuda do público, misturando referências culturais, imitações, pastelão e sátiras com gêneros de TV e cinema.

Bom, vou parar de blablablar e fazer o top 10 dos meus jogos preferidos do “Whose Line”. A princípio, você achará que é tudo combinado. Mas, depois de pesquisar um pouco sobre a história dos atores e ver algumas de suas apresentações ao vivo, você descobre que eles só são muito bons nisso mesmo.

1. Scenes From a Hat
Quem joga: todos
Como é: Drew tira sugestões aleatórias de cenas de um chapéu e os atores têm que inventá-las rapidamente em várias versões. Por exemplo, “se artistas trabalhassem em funerais”. Um dos melhores episódios do programa teve o MITO Robin Williams. Vejam o que ele aprontou:
Leia o resto deste post

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.403 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: